23 de dezembro de 2010

Mensagem de Fim de Ano


O Setor de Educação para o Trânsito da Guarda Municipal de São José deseja a todos um Natal e um 2011 MARAVILHOSO!!

9 de dezembro de 2010

Guarda Municipal de São José participa do Dia Mundial em Memória das Vítimas do Trânsito


Balões representando a PAZ que queremos no trânsito.


Estande da Guarda Municipal de São José.


Oficina de Pipas


Anne Cumprimentando o Deputado Hulo Leal que veio visitar o estande da GMSJ.



Entrega das premiações referentes ao concurso de desenhos realizado pela Polícia Rodoviária Federal. A professora Irene Rios, do Setor de Educação de Trânsito da GMSJ, fez parte da comissão julgadora.

8 de dezembro de 2010

Cursos de trânsito à distância

Graduação

Segurança no Trânsito


O CURSO

As estatísticas vêm apontando nos últimos anos índices alarmantes de violência no trânsito e o Brasil está classificado como um dos países campeão de acidentes de trânsito, com todas as graves conseqüências para o sistema previdenciário, hospitalar, familiar e outros.

Proporcionalmente à população, o trânsito no Brasil é 60% mais perigoso que nos Estados Unidos, quatro vezes mais perigoso que na Inglaterra ou no Japão.

Some-se a isto, a evolução econômico-social que o país experimenta e o aumento desenfreado da frota brasileira de veículos, decorrente da redução do IPI, fato que vem acarretando permanente e generalizado congestionamento das vias públicas, inclusive de pequenas cidades.

É somente com uma postura educativa e persistente por parte da sociedade, em conjunto com a Administração Pública e demais segmentos sociais é que se poderá contribuir para o bem-estar, a segurança e a integridade de todos, alcançando o objetivo maior: a proteção da vida.

OBJETIVO GERAL

O Curso de Tecnólogo em Segurança no Trânsito da UNISUL visa a formar, profissionais com competência e habilidades para diagnosticar, elaborar projetos e executar atividades voltadas à administração e implantação de políticas públicas e privadas que visem à segurança no trânsito, auxiliando na conscientização dos cidadãos e na mudança cultural no comportamento das pessoas no trânsito.

Capacita profissionais para trabalhar com a legislação e as normas que regulam o Sistema Nacional de Trânsito. Também procura desenvolver habilidades de análise do comportamento dos usuários e o planejamento de ações preventivas, para o desenvolvimento tecnológico, social e de segurança do trânsito, com ênfase no respeito às pessoas e ao meio ambiente.

OBJETIVOS ESPECIFICOS

• inserir o estudante num mundo globalizado, em constante transformação e contribuir para o desenvolvimento sustentável deste;

• identificar as dificuldades geográficas e barreiras culturais a serem superadas para a segurança do trânsito;

• analisar o sistema nacional de trânsito;
• conhecer as políticas públicas ligadas à segurança do trânsito no país;

• estudar a legislação vigente no Brasil relativamente ao trânsito, bem como as consequências de seu descumprimento;

• discutir temas que auxiliem na resolução dos conflitos atuais e futuros do trânsito de pessoas e coisas, visando à disseminação de uma cultura de paz e segurança do trânsito;

• examinar a complexidade dos problemas do trânsito em seus múltiplos aspectos, v.g., engenharia do tráfego, normas gerais de circulação, infrações e penalidade, redução da violência, educação para o trânsito, segurança etc.

PERFIL PROFISSIONAL

O profissional formado pelo Curso Superior de Tecnologia em Segurança no Trânsito desenvolverá habilidades e competências para:

• ler e interpretar textos relativos aos conteúdos afins do curso;

• ter postura política e científica diante dos acontecimentos mundiais e nacionais referentes ao trânsito;

• conhecer como a legislação nacional trata as questões ligadas às infrações no trânsito e processo administrativo;

• identificar as políticas públicas referentes à segurança no trânsito;

• compreender os conflitos e violência gerados no trânsito;

• formular propostas para a melhoria do sistema nacional de trânsito;

• planejar ações preventivas de acidentes de trânsito.

Investimento

Inscrição: R$ 55,00

Valor médio das mensalidades: R$ 353,97

Valor variável de acordo com o número de créditos cursados em cada semestre letivo. Cálculo realizado utilizando o valor do crédito educacional do ano de 2010 (R$ 13,11/crédito).Contrato de prestação de serviços educacionais com renovação semestral. Mensalidade com reajuste anual, de acordo com os índices autorizados pelo governo.

PRATICA PEDAGÓGICA

As ações pedagógicas fundamentam-se nas iniciativas dos alunos. Os métodos de educação a distância que se pretende utilizar, além de propiciar o diálogo, respeitar os interesses e os diferentes estágios do desenvolvimento cognitivo dos alunos, favorecem a autonomia e a transferência de aprendizagem, visando, não apenas ao aprender a fazer, mas, sobretudo, ao aprender a aprender.

Grade Curricular

1.1 - Língua Portuguesa e Redação Oficial - 60 hs.
2 - Noções de Direito Constitucional, Penal e Administrativo - 60 hs.
3 - Direitos Humanos e Cidadania - 60 hs.
4 - Administração Pública Gerencial - 60 hs.
5 - Suporte Básico da Vida - 60 hs.
6 - Introdução ao Estudo do Trânsito - 60 hs.

2.7 - Educação para o Trânsito - 60 - hs.
8 - Gestão da Informação - 60 hs.
9 - Ações Preventivas de Acidentes de Trânsito - 60 hs.
10 - Ciência e Pesquisa - 60 hs.
11 - Sociologia - 60 hs.
12 - Sistema Nacional de Trânsito - 60 hs
13 - Políticas Públicas - 60 hs.

3.14- Análise de Dados em Segurança Pública - 60 hs.
15- Psicologia nas Instituições Jurídicas - 60 hs.
16 - Normas Gerais de Circulação e Conduta - 60 hs.
18 - Medidas Administrativas, Penalidades e Crimes de Trânsito - 60 hs.
19 - Infrações de Trânsito e Processo Administrativo - 60 hs.
20 - Gestão Estratégica na Segurança Pública - 60 hs.
21 - Operações e Fiscalização de Trânsito - 60 hs.

4.22 - Tecnologias Aplicadas à Segurança Pública - 60 hs.
23 - Administração do Trânsito em Conglomerados Urbanos - 60 hs.
24 - Gestão de Conflitos e Eventos Críticos - 60 hs.
25 - Avaliação do Impacto do Acidente de Trânsito - 60 hs.
26 - Inspeção e Periciamento Veicular - 60 hs.
27 - Engenharia e Segurança no Trânsito - 60 hs.
28 - AACA * - 60 hs.

*Atividades Acadêmicas Curriculares Adicionais: O aluno poderá cursar uma das seguintes disciplinas: Libras ou Gestão de Materiais e Logística.

Matrículas Abertas!

Acesse: http://portal2.unisul.br/content/paginacursosvirtual/segurancanotransito/gradecurricular.cfm

Pós-Graduação


Planejamento e Gestão de Trânsito

O curso tem como objetivo preparar profissionais para atuarem com questões do trânsito, visando qualificação na gestão, através do desenvolvimento de habilidades, atitudes e valores, sob uma orientação técnica e humanística. Prepará-los na gestão e educação no trânsito, de forma a refletir e propor ações acerca dos novos modelos de organização social, visando propostas que busquem a qualidade de vida. Formar profissionais para o exercício de atividades relacionadas à gestão e segurança de trânsito, que contribuam para a geração e a aplicação de conhecimentos na área, fundamentados em princípios éticos e firmados na convivência social e atuarem na área de consultoria e/ou assessoria em órgãos públicos e privados.

Público-alvo
Dirigido a profissionais com formação superior, que pretendam atuar ou que atuem em atividades no setor de trânsito, em soluções de trânsito e mobilidade urbana.

Duração
16 meses - 450 horas

Investimento
Valor da parcela: R$ 232,75
5% de desconto de pontualidade. Valor pago no vencimento: R$ 221,11

Aulas
As aulas serão realizadas ao vivo, aos sábados, das 8h20 às 11h40, a cada três semanas, com apoio do Pólo mais próximo ou via internet. As inscrições estão abertas.

MATRIZ CURRICULAR

Núcleo Comum
- Gestão com Pessoas
- Metodologia de Pesquisa
- Estratégias Empresariais
- Metodologia de Ensino
- Responsabilidade Social e Sustentabilidade
- Empreendedorismo e Inovações

Núcleo Específico
- Direito de Trânsito
- Técnicas de Salvamento e Medicina do Tráfego
- Educação e Psicologia de Trânsito
- Engenharia e Gerenciamento do Tráfego
- Projetos Especiais de Segurança e Mobilidade
- Gestão e Administração de Trânsito
- Sistemas Inteligentes de Trânsito
- Políticas Públicas e Aspectos Legais

Outro
- Produção de Trabalho Científico

Inscrições / Início das Aulas
Inscrições até:
18 de fevereiro - Início das aulas: 26 de fevereiro
Inscrições até: 01 de abril - Início das aulas: 09 de abril
Inscrições até: 13 de maio - Início das aulas: 21 de maio
Inscrições até: 24 de junho - Início das aulas: 02 de julho
Inscrições até: 19 de agosto - Início das aulas: 27 de agosto
Inscrições até: 30 de setembro - Início das aulas: 08 de outubro
Inscrições até: 11 de novembro - Início das aulas: 19 de novembro

Acesse: http://www.ead.cesumar.br/pos/?pg=planejamento-e-gestao-de-transito.html

24 de novembro de 2010

AÇÃO PELA VIDA


O luto em luta

Vítimas do trânsito foram homenageadas na Beira-Mar Norte, na CapitalChritiani Yared foi uma das cerca de 400 pessoas presentes ao evento que marcou o Dia Mundial em Memória das Vítimas do Trânsito, ontem, na Avenida Beira-mar Norte, em Florianópolis. Chistiani é mãe de Gilmar Yared, um dos jovens mortos em um acidente ocorrido em maio do ano passado em Curitiba.

No carro estavam Gilmar, 26 anos, e o amigo Carlos Murilo de Almeida, 20. Na tragédia se envolveu o deputado estadual Fernando Ribas Carli Filho (PSB), que estava com a carteira de habilitação cassada embora dirigisse seu automóvel de luxo.

– Estamos preocupados, pois nesta semana ele vai receber a carteira volta – explicou Christiani, que criou o Instituto Paz no Trânsito.

A militância de Christiani não surgiu logo após a morte do filho.

– Foi ao ver tantas mães que também tiveram seus filhos mortos no trânsito pedindo ajuda que me decidi.

O Instituto Paz no Trânsito tem como linha o tripé educação, fiscalização e atendimento às famílias. Para ela, saber educar as crianças é garantia de mais respeito ao outro e as normas da sociedade. Christiani entende também que a falta de fiscalização é um problema sério e vê na devolução da carteira do motorista envolvido na morte do seu filho como um “tudo pode”:

– São situações assim que deixam as pessoas com a sensação da impunidade. Estamos trabalhando junto às famílias também o aspecto de que não se pode deixar de lutar. Nesta semana vamos organizar uma manifestação em Curitiba para que se possível a decisão seja revista pelas autoridades.

Christiani procura aliviar a dor das famílias com a própria experência:

– Digo sempre que a gente não enterra um filho. A gente planta uma semente. Hoje estamos aqui para lembrar dos mortos. Um dia estaremos erguendo um memorial para celebrar a vida que salvamos – explica.

Quem também participou da manifestação foi Fernando Diniz. Fernando é pai de Fabrício Diniz, vítima de um acidente em março de 2003 na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Além dele morreram mais duas jovens. O motorista Marcelo Henrique Negrão Kijak foi indiciado por triplo homicídio culposo. O laudo da perícia técnica constatou excesso de velocidade, condução em zigue e zague com derrapagem e consequente perda de direção, em um local em que a velocidade máxima permitida é de 60 km/h. Kijac teve a prisão decretada. Mas fugiu. Ele é procurado pela Interpol, mas seu paradeiro ainda é desconhecido.

– Não existe dor maior do que enterrar um filho. Eu decidi transformar o luto em luta. Viajo por onde posso ajudar a conscientizar as pessoas, por isso estou aqui junto com minha filha.

angela.bastos@diario.com.br

ÂNGELA BASTOS

Fonte:
http://www.clicrbs.com.br/diariocatarinense/jsp/default2.jsp?uf=2&local=18&source=a3116919.xml&template=3898.dwt&edition=15945§ion=213 - acesso em 23/11/2010

16 de novembro de 2010

DIA MUNDIAL – Participe da ação nacional em Florianópolis


DIA MUNDIAL EM MEMÓRIA DAS VÍTIMAS DE TRÂNSITO

Florianópolis/SC – Dia 21 de novembro de 2010 – Terceiro domingo do mês

Local: Avenida Beira Mar Norte ( Koxixos)

A violência no trânsito mata todos os anos quase 1,3 milhão de pessoas, fere e incapacita mais de 50 milhões e é a causa principal de mortes de jovens na faixa etária dos 10 aos 24 anos.

Em outubro de 2005, a Assembléia Geral da ONU aprovou resolução conclamando todos os países para que definissem o terceiro domingo do mês de novembro de cada ano como o dia dedicado à memória das vítimas da violência sobre rodas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e as demais instituições mundiais ligados à segurança na circulação viária incentivam os governos e as organizações civis em todo o planeta que celebrem festivamente essa data, não só como uma forma de mobilização social e de homenagem aos entes queridos vitimados pela violência viária, mas como uma legítima e necessária provocação para que ações efetivas e práticas sejam adotadas.

O objetivo da celebração é garantir a mobilização da sociedade contra essa violência absolutamente previsível e confortar as centenas de milhares de parentes e amigos das vítimas que sofrem e sofrerão para sempre as consequências materiais, sociais e principalmente emocionais desses eventos trágicos.

Em 2007 o Brasil, pela primeira vez, fez no Rio de Janeiro através da Ong TRÃNSITOAMIGO e entidades parceiras o seu primeiro movimento que se repetiu em 2008. Em 2009, para que a consciência sobre a gravidade do problema fosse ampliada, os organizadores decidiram que, a partir daquele ano, ela seria itinerante acontecendo em cidades diferentes. A primeira escolhida foi Curitiba palco de uma tragédia que vitimou dois jovens inocentes e que comoveu o Brasil. O evento foi marcado com a construção de um monumento permanente no Parque Barigui.

Neste ano de 2010, a data cairá no próximo dia 21 e termos um encontro marcado em Florianópolis, Santa Catarina, capital do segundo estado brasileiro no ranking da violência no trânsito. Esperamos todos vocês. Veja a programação:

Programação:

09:00h – Apresentação da Banda de Música da Policia Militar;

09:00h – Início da exposição nos estandes;

10:00h – Chegada das equipes de Motociclistas, Ciclistas e Corredores;

10:15h – Culto Ecumênico com o Coral Vozes do CEMJ;

10:45h – Apresentação dos esquetes com os personagens Calota e Gasolina em Trânsito ;

11:25h – Apresentação da Banda da Paróquia da Prainha;

11:40h – Manifestações de autoridades e personalidades em apoio a “Década Global de Ações para a Segurança no Trânsito – 2011-2020″;

11:50h – Entrega do Abaixo Assinado em apoio a “Década Global de Ações para a Segurança no Trânsito – 2011-2020″;

12:00h – Entrega de Premios do Concurso de desenhos da PRF - Tema: Trânsito é Vida;

Entidades patrocinadoras e apoiadoras

ABRAMCET, ADOTESC, AFAPV, APJ, CBM, CICLESHOFFMANN, CNSeg, CRP, DEINFRA, DEMOLAY, DETRAN/SC, DNIT, ESCOTEIROS, FACULDADE ESTÁCIO SC, FETRANCESC, FLORIPA EXPRESS, FUNDAÇÃO HERMON, GERAÇÃO MOTOS/YAMAHA, GMF, GMSJ, ICETRAN, IPUF, MONATRAN, PERKONS, PMF, PMRv, PMSC, PMSJ, PRF, SBOT, SCOT, SEGURADORA LIDER/DPVAT, SEST/SENAT, SINDEMOSC, SPORTNESS, TRÂNSITOAMIGO.

Fonte: http://transitoamigo.com.br/website/?p=460 - acesso em 16/11/2010

27 de outubro de 2010

Guardas municipais participam de Curso de Capacitação em Educação para o Trânsito



Docente
IRENE RIOS, especialista em Ambiente, Gestão e Segurança de Trânsito e em Metodologia de Ensino; Autora de Artigos e livros e professora universitátia na área de Educação para o Trânsito; Consultora de educação para o trânsito na Secretaria Municipal de Segurança, Defesa Social e Trânsito - São José - SC.

Participação especial do professor de oratória, Acácio Garcia.

Conteúdos abordados
• Por que e como educar para o trânsito.
• Histórico e obrigatoriedade da educação para o trânsito nos documentos oficiais.
• Dicas de oratória.
• Educando crianças para o trânsito.
• Educando adolescentes para o trânsito.
• Educação para o trânsito na escola.
• Educando pedestres, passageiros, ciclitas, motociclistas e motoristas para o trânsito.
• Ética e trânsito.
• Campanhas educativas para o trânsito.

15 de outubro de 2010

4° Seminário CETRAN de Educação, Segurança e Administração do Trânsito


“O trânsito, em condições seguras, é um direito de todos e dever dos órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito, a estes cabendo, no âmbito das respectivas competências, adotar as medidas destinadas a assegurar esse direito” (Art. 1.°, §2° do CTB- L. 9.503/97).

O mencionado pressuposto fundamental foi estabelecido pelo Código de Trânsito Brasileiro, sendo que, para viabilizar a sua consecução, instituiu o Sistema Nacional de Trânsito, conferindo ao CETRAN - Conselho Estadual de Trânsito, o status de órgão máximo do sistema no Estado, competindo-lhe várias funções institucionais, entre elas a incumbência de acompanhar e coordenar as atividades de educação, segurança e administração do trânsito.

Nesse sentido, este Órgão tem realizado diversos eventos voltados para a capacitação do pessoal técnico envolvido na implementação do sistema de trânsito no Estado, estimulando o estudo e a atualização constantes da complexa e dinâmica legislação que envolve o tema.

Assim, o CETRAN/SC em parceria com a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa do Cidadão, o DETRAN/SC e o Município de Joinville, promoverão nos dias 22 e 23 de novembro de 2010 o 4° Seminário CETRAN de Educação, Segurança e Administração do Trânsito, onde através de palestras e debates acerca de assuntos polêmicos da área, se almeja a consagração do direito da sociedade catarinense e obrigação dos órgãos componentes do Sistema Nacional de Trânsito, ou seja, o trânsito em condições seguras.

Programação

22/11/2010 – Segunda-feira

8h30 - Credenciamento

9h30 - Cerimônia de abertura do Evento

10 horas– 1ª Palestra:
Os operadores do Direito têm contribuído para a realização do trânsito seguro? Por quê?
[Palestrante: CASSIO HONORATO MATTOS - Promotor de Justiça no Estado do Paraná, exercendo funções institucionais do Ministério Público junto à Comarca de Curitiba (Foro Regional de Colombo), Mestre em Direito pela Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR - Jacarezinho/PR), Oficial da Reserva da Polícia Militar e Especialista em Trânsito Urbano e Rodoviário pelo Comando de Policiamento Rodoviário do Estado de São Paulo, Professor em cursos de graduação e de Pós-Graduação em Direito e Gestão de Trânsito].

11h30 - Almoço

13h30 – 2ª Palestra:
TRÂNSITO – FENÔMENO SOCIAL: Oportunidades educativas de responsabilidade da fiscalização e dos órgãos do SNT
[Palestrante: JOSÉ LELES DE SOUZA - Doutor em Engenharia de Transportes pela USP/São Carlos, possui mestrado em Transportes pela Universidade de Brasília (1995). Presidente do Instituto de Certificação e Estudos de Trânsito e Transportes - ICETRAN, Conselheiro do Conselho Estadual de Trânsito de Santa Catarina, Membro da Câmara Temática de Educação e Cidadania do CONTRAN - Conselho Nacional de Trânsito].

14h15 – 3ª Palestra;
Aprimoramento da legislação de trânsito para motociclistas
[Palestrante: LUCAS PIMENTEL – Graduado em Teologia, Presidente da ABRAM - Associação Brasileira de motociclistas, Coordenador do Programa de Prevenção de Acidentes com Motocicletas – PRAM, Autor de: Livro Duas Rodas e um destino; livreto O Forasteiro; Cartilha 12 Mandamentos do Motociclista, Calendário Educativo Permanente, entre outros, membro titular da Câmara Temática de Educação para o Trânsito e Cidadania do CONTRAN].

15 horas - Coffee Break

15h30 – 4ª Palestra:
Educação para o trânsito com qualidade
[Palestrante: IRENE RIOS DA SILVA - Graduada em Letras - Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa, pela Universidade Federal de Santa Catarina, Pós-graduada em Metodologia de Ensino pela Universidade do Sul de Santa Catarina e em Gestão de Trânsito Pela Universidade Estácio de Sá/SC, leciona a matéria campanhas educativas de trânsito em cursos de graduação e de Pós-graduação].

16h15 – 5ª Palestra:
Alterações previstas para o Código de Trânsito Brasileiro
[Palestrante: Marcelo José Araújo - Advogado e Consultor de Trânsito; Professor de Direito de Trânsito das Faculdades Integradas Curitiba].

23/11/2010 – Terça-feira

08h30 – 6ª Palestra:
A história da fiscalização de trânsito no Brasil
[Palestrante: RONALDO BOERNGEN - Possui graduação em Cinema pela Escola de Comunicações e Artes (1978), graduação em Licenciatura em História - Faculdades Associadas do Ipiranga (1974), graduação em Bacharelado em Geografia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (1990), graduação em Licenciatura em Geografia pela Faculdade de Educação da USP (1991), graduação em Bacharelado em História pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (1988) e mestrado em Geografia Humana pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (2002). Atualmente é colaborador do Centro de Estudos Avançados e Treinamento - Trânsito e professor da Faculdade Chafic e da Faculdade Santa Marina. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Métodos e Técnicas de Ensino, atuando principalmente nos seguintes temas: Transportes no turismo, Geografia e Turismo, História da Educação e Desenho Animado].

09h30 – 7ª Palestra:
Os pareceres e resoluções do CETRAN/SC como forma de efetivar a aplicação da Legislação de Trânsito
[Palestrante: JOSÉ VILMAR ZIMMERMANN - Conselheiro indicado pela FECTROESC e Vice-presidente do CETRAN/SC, Tecnólogo em Gestão e Segurança no Trânsito, Pós-graduando em Gestão e Direito de Trânsito].

10h15 - Coffee Break

10h45 – 8ª Palestra:
Educação para o Trânsito – Ações que transformam
[Palestrante: EDUARDO BARTNIAK FILHO - Engenheiro Civil, Diretor de Trânsito da Companhia de Desenvolvimento e Urbanização de Joinville – CONURB, Conselheiro Representante de Joinville no CETRAN/SC, Presidente do Conselho dos Municípios Integrados ao Sistema Nacional de Trânsito de Santa Catarina – COMITRA/FECAM].

11h30 - Almoço

13h30 – 9ª Palestra:
Embriaguez ao volante: O papel da fiscalização
[Palestrante: RICARDO ALVES DA SILVA - Oficial da Polícia Militar de SC; Pós Graduado em Gestão e Segurança no Trânsito; Professor universitário; Membro da JARI Estadual de Concórdia/SC e do Grupo técnico para assuntos de trânsito da PM/SC; Autor do livro “Tudo o que você precisa saber sobre as infrações de trânsito”].

14h30 – 10ª Palestra:
Multar ou não multar – eis a questão
[Palestrante: JULYVER MODESTO ARAÚJO - Mestre em Direito do Estado, pela PUC/SP, com Especialização em Direito público, na Escola Superior do Ministério Público de SP. Oficial da Polícia Militar do Estado de SP, tendo exercido diversas atividades relacionadas ao policiamento de trânsito, de 1996 a 2008. Coordenador e Professor dos Cursos de Pós-graduação em trânsito do CEAT - Centro de Estudos Avançados e Treinamento / Trânsito e Presidente da ABPTRAN - Associação Brasileira de Profissionais do Trânsito].

15h30 - CERIMÔNIA DE ENCERRAMENTO

16 horas - ENTREGA DOS CERTIFICADOS

24 de setembro de 2010

Capacitação de Professores em Educação para o Trânsito

A secretaria de Segurança, Defesa Social e Trânsito de São José - SC está oferecendo palestra para os educadores do município com o tema "Educação para o Trânsito na Escola".

Educação para o Trânsito na Escola

Objetivo

Proporcionar ferramentas aos educadores a fim de sensibilizá-los sobre a necessidade e a possibilidade de adoção de medidas preventivas, junto aos alunos, de maneira sistemática e transversal, principalmente no tocante à mudança de atitude, e com isso, contribuir para a segurança e paz no trânsito.

Docente

IRENE RIOS, especialista em Ambiente, Gestão e Segurança de Trânsito e em Metodologia de Ensino; Professora de Educação de Trânsito na Univeridade CESUMAR - Maringá - Educação de Trânsito para Crianças e Adolescentes, no CEAT - Centro de Estudos Avançados e Treinamento - São Paulo, de Educação no Trânsito e de Campanhas Educativas de Trânsito na UNIVALI – Universidade do Vale do Itajaí; Autora de Artigos e livros sobre Educação para o Trânsito.

Currículo: http://lattes.cnpq.br/0363235000015600

Blog: http://educacaoparaotransitocomqualidade.blogspot.com/

Carga Horária
2 horas aula

Público alvo
Professores, diretores, coordenadores da rede de ensino e demais interessados.

Conteúdos abordados

- Educação para o trânsito: o que temos com isso?

- Educando crianças para o trânsito

- Educando adolescentes para o trânsito

- Aplicação das Diretrizes Nacionais da Educação para o Trânsito (portaria 147 - Denatran)


- Educação para o trânsito baseada em valores

- O trânsito como tema transversal nas escolas.

Agenda:

Escola Básica Municipal Vereadora Albertina Krumel Maciel
Fazenda Santo Antônio - São José - SC
28/09/2010 - às 13:30 h.
29/09/2010 - às 8:30 h.

Solicite a palestra para sua escola!

Envie um e-mail para: educacaogmsj@gmail.com

Exclusivamente para escolas do município de São José - SC

22 de setembro de 2010

SEMANA NACIONAL DE TRÂNSITO EM SÃO JOSÉ ENFATIZA NOVA RESOLUÇÃO PARA TRANSPORTE DE CRIANÇAS EM VEÍCULOS


Atividades contemplam até sexta-feira (24): capacitação para agentes de trânsito, comandos educativos para estudantes, Blitz da Balada e orientação para pedestres e motoristas.

Cadeirinha, assento de elevação, bebê conforto ou cinto de segurança? Você sabe quais desses dispositivos utilizar para oferecer segurança no transporte de passageiros com até dez anos de idade e seguir as recomendações da nova resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito)?

Para orientar motoristas, pais, crianças, guardas municipais e policiais sobre a resolução nº 277/08, que dispõe sobre o transporte de menores de 10 anos e a utilização do dispositivo de retenção para o transporte de crianças em veículos, a Prefeitura Municipal de São José, a Polícia Rodoviária Federal e demais parceiros realizam ações educativas na Semana Nacional de Trânsito.

Os agentes de trânsito participarão nesta segunda-feira (20), às 19h, de palestra ministrada pelo Policial Rodoviário Federal, Luiz Graziano, sobre a resolução nº 277/08. A palestra será proferida no Auditório do SEST/SENAT.
No sábado (18), durante o 1º Passeio Ciclístico, a Guarda Municipal de São José também orientou quem trafegou pela Avenida Beira-Mar de São José sobre esse assunto.

Conforme a nova resolução, crianças menores de 10 anos deverão ser transportadas no banco traseiro com o sistema de retenção adequado. Crianças com até um ano de idade deverão utilizar, obrigatoriamente, o dispositivo denominado bebê conforto. Já as que tenham, idade superior a um ano e inferior ou igual a quatro deverão utilizar, obrigatoriamente, a cadeirinha. De 4 a 7 anos e meio o disposito obrigatório para o transporte é o assento de elevação. As crianças com idade superior a sete anos e inferior ou igual a dez anos deverão utilizar o cinto de segurança do veículo.

Além dessas orientações, a Semana Nacional de Trânsito no município reforça a Campanha, da Secretaria Municipal de Segurança, Defesa Social e Trânsito, “São José Dando Preferência a Vida”, que ressalta o respeito à faixa de pedestre e adoção de um sinal (estender a mão) indicando a intenção de atravessar a rua na faixa.

O público infantil conhecerá na prática atitudes corretas no trânsito. Na quinta-feira (23), estudantes do 3º ano do Centro Educacional Municipal Antônio Francisco Machado (Forquilhão); do Centro Educacional Municipal Maria Iracema Martins de Andrade (Barreirão) e do Colégio Maria Luiza de Melo (Melão) participarão de comandos educativos organizados pela Guarda Municipal. Em uma tenda, devidamente sinalizada, os alunos acompanharão a abordagem e munidos com placas na cor vermelha e verde com as inscrições PARE e SIGA poderão interagir com o comando de trânsito. “Condutores flagrados desrespeitando as faixas de pedestres serão abordados por Guardas Municipais. Neste momento os alunos levantarão a placa de PARE vermelha impedindo o condutor de seguir. O condutor será orientado pelo Guarda Municipal sobre a forma correta de circulação. Então os alunos levantarão a placa de SIGA verde, liberando o condutor a seguir”, explica a coordenadora do setor de educação da Guarda Municipal de São José, Ângela Welter.

A programação em São José será encerrada na sexta-feira (24) com a Blitz da Balada, na qual guardas municipais orientam, de maneira descontraída, os freqüentadores de bares e restaurantes sobre os riscos de dirigir após ingerir bebidas alcoólicas.

As atividades da Semana são uma promoção das Prefeituras de São José e Florianópolis, Guardas Municipais de São José e Florianópolis, DNIT, SEST/SENAT, Detran, Fórum pela Preservação da Vida no Trânsito, Polícia Militar, Polícias Rodoviária Estadual e Federal, Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para a Juventude de Florianópolis, Via Ciclo e Pedal Continente.

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA NACIONAL DE TRÂNSITO EM SÃO JOSÉ

Segunda-feira (20)
19h – Palestra para agentes de trânsito sobre a resolução nº 277/08
Local: Auditório Sest/Senat

Quinta-feira (23)
Comandos Educativos com a participação dos alunos integrantes do Programa Transitar
10h – Forquilhinha (Rua Arthur Mariano)
14h – Barreiros (Rua Otto Júlio Malina)
16h - Kobrasol (Avenida Lédio João Martins)

Sexta-feira (24)
21h – Blitz da Balada
Local: Bares e restaurantes de São José

SECRETARIA EXECUTIVA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL - (48) 3381 0168

Fonte:
http://www.pmsj.sc.gov.br/noticia.php?id=2256 - acesso em 21/09/2010

19 de setembro de 2010

Infrator

Paródia do Poema “José”, de Carlos Drummond de Andrade

INFRATOR

E agora infrator?
Você se perdeu,
No freio pisou,
Mas não adiantou
E o carro bateu.
E agora Infrator?
E agora você?
Você que é adulto,
Que é cidadão,
Você que é saudável,
A vida, preserva?
E agora infrator?

Está sem razão,
Está sem moral,
Está com vergonha.
Já não pode olhar,
Já não pode lembrar,
Chorar, já não pode.
Seu filho sofreu,
O cinto, não tinha,
Cadeirinha, não tinha,
Segurança, não tinha,
Não tinha juízo.
E tudo acabou,
A lei, infringiu
E seu filho pagou.
E agora infrator?

E agora infrator?
Sua doce palavra,
Seu carinho e afeto,
Sua atitude de pai,
Sua dedicação,
Sua falta de cuidado,
Seu mau exemplo,
Sua imprudência,
Sua culpa – E agora?

Com o filho nos braços,
Quer vê-lo brincar,
Mas ele não brinca.
Quer vê-lo sorrir,
Mas sorrir, já não pode,
Quer que o tempo volte,
Mas o tempo não volta.
Infrator, e agora?

Se você agisse,
Se você quisesse,
Se você usasse
O equipamento de segurança.
Se você parasse,
Se você pensasse
Na vida da criança.
Mas você não pensa,
Você é imprudente, infrator!

Sozinho, sem rumo,
Qual “bicho-homem”,
Sem explicação,
Sem motivo algum
Para justificar.
Desesperado, você acorda
E suspira aliviado.
Foi um pesadelo, infrator!
Infrator, até quando?

Colaboração: Irene Rios da Silva (autora)

14 de setembro de 2010

1º Passeio Ciclístico de São José



Data: 18 de setembro de 2010

Hora: 14 horas

Trajeto
- Saída do estacionamento da Olaria, na Beira Mar de São José;

- Segue pela Beira Mar até a divisa com o município de Florianópolis, cruzando a nova ponte e realizando a conversão no semáforo da Av. Ivo Silveira, em frente ao Posto Angeloni;

- Segue pela Av. Presidente Kenedy, realizando a conversão à direita na Av Lédio João Martins, retornando no fim do calçadão e encerrando no ponto de partida, estacionamento da Olaria, na Beira Mar São José.

Critérios para premiação

Ciclista mais jovem e ciclista mais idoso: Deverão participar do passeio durante todo o trajeto. Todos os participantes deverão apresentar documento de identificação que comprove a idade. A premiação para o ciclista mais jovem poderá ser para um participante que não esteja pedalando, ou seja, que esteja sendo transportado na cadeirinha para bicicleta, ou outro dispositivo similar.

Bike mais original: será julgado pelos participantes presentes, através de palmas.

Brindes: sorteio através do cupom de inscrição.

Observação: será disponibilizado aos participantes água e serviço de socorro de urgência.

PARTICIPE!

8 de setembro de 2010

SEMANA NACIONAL DE TRÂNSITO 2010

TEMA: CINTO DE SEGURANÇA E CADEIRINHA

A redução das lesões e mortes no trânsito é um desafio mundial. Mais de um milhão de pessoas de todas as nações são vítimas fatais de acidentes de trânsito. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), há cinco fatores que causam o maior número de mortes e lesões no trânsito entre os quais está a não utilização do cinto de segurança.

No Brasil, em 2008, de acordo com pesquisa da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), 88% dos ocupantes dos bancos dianteiros de veículos automotores utilizam o cinto de segurança. Provavelmente, este comportamento reflete ações de educação e fiscalização de trânsito que mobilizaram os cidadãos de forma eficiente. Prática de notável relevância para segurança do trânsito brasileiro haja vista que o uso do cinto pelo condutor e pelo passageiro do banco dianteiro reduz em 50% o risco de morte em uma colisão de trânsito.

Apesar disso,o mesmo estudo realizado pela SBOT indica que apenas 11% dos passageiros utilizam o cinto no banco traseiro. O risco de morte de um condutor utilizando o cinto de segurança, como resultado de um passageiro do banco traseiro sem cinto, é cinco vezes maior do que seria se esse passageiro estivesse retido pelo cinto.

Os acidentes de trânsito representam a principal causa de morte de crianças de 1 a 14 anos no Brasil. Em 2008 foram registradas 22.472 vítimas não fatais de acidentes de trânsito, com idade entre 0 e 12 anos de idade e 802 vítimas fatais de mesma faixa etária (Dados Denatran).

Dentre estes acidentes de trânsito, estão os que vitimam a criança na condição de passageira de veículos. Neste caso é exatamente o uso do dispositivo de retenção, popularmente conhecido como bebê conforto, cadeirinha ou assento de elevação, que pode diminuir drasticamente as chances de lesões graves – e de morte – no caso de uma colisão.

O uso do cinto de segurança não é a forma mais segura para transporte de crianças em veículos, pois foi desenvolvido para pessoas com no mínimo 1,45 de altura. Por este motivo é necessário o uso de um dispositivo de retenção adequado às condições da criança.

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) realizou um levantamento de dados constituídos a partir da pesquisa “A balada, a carona e a Lei Seca”, realizado em 2009, em seis capitais brasileiras, onde registrou que apenas 2 em cada 10 jovens do ensino médio usam SEMPRE o cinto de segurança.

Nesse sentido, trabalhar pela utilização do cinto de segurança e dos dispositivos de retenção adequado às condições da criança é um desafio; um compromisso a ser assumido por todos os profissionais da área. Além de diminuir a taxa de mortalidade em acidentes, o cinto de segurança reduz a severidade das lesões sofridas pelos ocupantes do veículo em uma colisão. Acrescenta-se ainda que o cinto previne a ejeção de condutor e passageiros do veículo, comum em capotamentos. De acordo com o American College of Emergency Physicians, 44% dos passageiros que viajavam sem cinto e que morreram foram ejetados, parcial ou totalmente, do veículo.

Importante considerar que a prevenção de mortes e lesões no trânsito a partir da utilização do cinto de segurança impacta diretamente nos custos hospitalares e demandas de reabilitação.

O tema “CINTO DE SEGURANÇA E CADEIRINHA”, da Semana Nacional de Trânsito de 2010, possibilitará que os órgãos e entidades do Sistema Nacional de Trânsito promovam, à população em geral, ações de segurança a partir de um aspecto pontual. É uma oportunidade para suscitar reflexões, incentivar discussões e criar atividades que explorem com profundidade a real importância e necessidade do uso do cinto de segurança e dos dispositivos de retenção adequado às condições da criança.

ALFREDO PERES DA SILVA

Presidente do Contran e Diretor do Denatran

Fonte:
http://www.denatran.gov.br/campanhas/semana/2010/snt2010.htm - Acesso em 08/09/2010

31 de agosto de 2010

Programação para a Semana Nacional de Trânsito na Grande Florianópolis

Clique nas imagens para ampliá-las.




Programação sujeita à alteração.

Semana Nacional de Trânsito 2010

TEMA: CINTO DE SEGURANÇA E CADEIRINHA

A redução das lesões e mortes no trânsito é um desafio mundial. Mais de um milhão de pessoas de todas as nações são vítimas fatais de acidentes de trânsito. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), há cinco fatores que causam o maior número de mortes e lesões no trânsito entre os quais está a não utilização do cinto de segurança.

No Brasil, em 2008, de acordo com pesquisa da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), 88% dos ocupantes dos bancos dianteiros de veículos automotores utilizam o cinto de segurança. Provavelmente, este comportamento reflete ações de educação e fiscalização de trânsito que mobilizaram os cidadãos de forma eficiente. Prática de notável relevância para segurança do trânsito brasileiro haja vista que o uso do cinto pelo condutor e pelo passageiro do banco dianteiro reduz em 50% o risco de morte em uma colisão de trânsito.

Apesar disso,o mesmo estudo realizado pela SBOT indica que apenas 11% dos passageiros utilizam o cinto no banco traseiro. O risco de morte de um condutor utilizando o cinto de segurança, como resultado de um passageiro do banco traseiro sem cinto, é cinco vezes maior do que seria se esse passageiro estivesse retido pelo cinto.

Os acidentes de trânsito representam a principal causa de morte de crianças de 1 a 14 anos no Brasil. Em 2008 foram registradas 22.472 vítimas não fatais de acidentes de trânsito, com idade entre 0 e 12 anos de idade e 802 vítimas fatais de mesma faixa etária (Dados Denatran).

Dentre estes acidentes de trânsito, estão os que vitimam a criança na condição de passageira de veículos. Neste caso é exatamente o uso do dispositivo de retenção, popularmente conhecido como bebê conforto, cadeirinha ou assento de elevação, que pode diminuir drasticamente as chances de lesões graves – e de morte – no caso de uma colisão.

O uso do cinto de segurança não é a forma mais segura para transporte de crianças em veículos, pois foi desenvolvido para pessoas com no mínimo 1,45 de altura. Por este motivo é necessário o uso de um dispositivo de retenção adequado às condições da criança.

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) realizou um levantamento de dados constituídos a partir da pesquisa “A balada, a carona e a Lei Seca”, realizado em 2009, em seis capitais brasileiras, onde registrou que apenas 2 em cada 10 jovens do ensino médio usam SEMPRE o cinto de segurança.

Nesse sentido, trabalhar pela utilização do cinto de segurança e dos dispositivos de retenção adequado às condições da criança é um desafio; um compromisso a ser assumido por todos os profissionais da área. Além de diminuir a taxa de mortalidade em acidentes, o cinto de segurança reduz a severidade das lesões sofridas pelos ocupantes do veículo em uma colisão. Acrescenta-se ainda que o cinto previne a ejeção de condutor e passageiros do veículo, comum em capotamentos. De acordo com o American College of Emergency Physicians, 44% dos passageiros que viajavam sem cinto e que morreram foram ejetados, parcial ou totalmente, do veículo.

Importante considerar que a prevenção de mortes e lesões no trânsito a partir da utilização do cinto de segurança impacta diretamente nos custos hospitalares e demandas de reabilitação.

O tema “CINTO DE SEGURANÇA E CADEIRINHA”, da Semana Nacional de Trânsito de 2010, possibilitará que os órgãos e entidades do Sistema Nacional de Trânsito promovam, à população em geral, ações de segurança a partir de um aspecto pontual. É uma oportunidade para suscitar reflexões, incentivar discussões e criar atividades que explorem com profundidade a real importância e necessidade do uso do cinto de segurança e dos dispositivos de retenção adequado às condições da criança.

ALFREDO PERES DA SILVA

Presidente do Contran e Diretor do Denatran

Fonte:
http://www.denatran.gov.br/campanhas/semana/2010/snt2010.htm - Acesso em 31/08/2010

Audiência do blog em julho e agosto de 2010

Clique nas Imagens para ampliá-las.

259 visitas de 48 cidades.




30 de agosto de 2010

Palestra de Educação para o Trânsito


Na manhã do dia 28 de agosto de 2010 estiveram reunidos na Secretaria de Segurança, Defesa Social e Trânsito de São José - SC, diversos educadores para participar da palestra com o tema "Educação para o Trânsito", ministrado por Irene Rios da Silva, através do projeto "Café com Idéias".



Entre os assuntos debatidos destacam-se:

Por que educar para o trânsito?

Quais as consequencias da violência no trânsito?

Causas da violência no trânsito.

Dicas de prevenção

"Cinto de segurança e Cadeirinha" - Tema da Semana Nacional de Trânsito 2010.

Por que educar crianças e adolescentes para o trânsito.

Quem são os responsáveis pela educação para o trânsito.

Educação para o Trânsito nas Escolas.

O que ensinar às crianças e aos adolescentes.

Relações Humanas e Ética no Trânsito.

A palestrante e consultora de educação para o trânsito colocou-se (em nome do setor de educação de trânsito da Guarda Municipal de São José e em nome da Secretaria de Educação de São José) a disposição dos professores para assessorar o trabalho de educação para o trânsito nas escolas.

16 de agosto de 2010

Café de Ideias apresenta os projetos: Revolução dos Baldinhos e Educação para o Trânsito


As temáticas sustentabilidade e educação para o trânsito estarão na pauta do 5º encontro do curso de formação continuada Café de Ideias, promovido pela Prefeitura de São José.

O Café de Ideias será realizado no último sábado do mês (28 de agosto), das 8h30min às 12h, na Secretaria de Segurança, Defesa Social e Trânsito, localizada na Rua Irmãos Vieira, 224, Campinas, São José.

A programação abre com apresentação da “Revolução dos Baldinhos”, ação de sucesso desenvolvida na comunidade Chico Mendes, em Florianópolis, que consiste no trabalho comunitário de reaproveitamento de resíduos orgânicos, transformando cascas de verduras e frutas, talos e sobras de comida em adubo para a horta comunitária. “O projeto serve de modelo para diversos setores da sociedade civil organizada, cujo objetivo maior é propor qualidade de vida e sustentabilidade como produto de uma ação solidária que reforça a consciência de cidadania coletiva”, ressalta o professor de filosofia da Secretaria Municipal de Educação, Adão de Souza. Essa primeira etapa do curso de formação continuada será ministrada por três jovens coordenadores do projeto.

Para o segundo momento, a professora Irene Rios trará para o centro de debates a educação no trânsito.

Dirigido aos profissionais da educação, o curso objetiva estimular o debate e o aprofundamento sobre questões educacionais. “Estamos muito contentes com o sucesso de todos os eventos formativos e informativos desenvolvidos no Café de Ideias, é realmente uma oportunidade para todos os profissionais que primam pela formação continuada”, frisa a Secretária Municipal de Educação, Rosa Maria da Silva Schmidt.

Os interessados em participar deste encontro já podem se inscrever gratuitamente pelos telefones: 3381 7439 e 9985 3648. As vagas são limitadas.

5º Encontro do curso de formação continuada Café de Ideias
Horário: 8h30min -12h
Local: Rua Irmãos Vieira Nº 224. Campinas- São José.-(Próximo à Igreja Redonda)

Encontro gratuito. Vagas limitadas.


Inscrições e informações:
(48) 99853648 (48) 99853648 - 33817439 - Professor Adão de Souza.

Fonte: PMSJ

http://floripanews.com.br/ver_not.php?id=69992&ed=Tr%E2nsito&cat=Not%EDcias - Acesso em 16\08\2010

11 de agosto de 2010

Perfil do Motorista Ideal

• Tem boa saúde física e mental.

• Não dirige sob efeito de drogas ou bebida alcoólica.

• É prudente e não assume riscos no trânsito.

• Redobra a atenção diante de chuva, neblina, pista irregular e outros fatores externos de risco.

• Conduz sempre de acordo com a velocidade adequada.

• É tranquilo e não tem pressa.

• É educado, cortês e gentil.

• Obedece à sinalização.

• Tem consciência das consequências de seus atos e do que um acidente pode envolver.

• Usa equipamentos de segurança.

• Tem noções de primeiros-socorros.

• É educado em direção defensiva.

• Recicla seus conhecimentos sobre direção.

• Sabe a importância da manutenção preventiva do seu veículo.

Fonte: Revista CESVI - página 9
http://www.cesvibrasil.com.br/files/pdf/publicacoes/217_rc_48019b78-14d7-4734-a30c-776cfa6455f5.pdf - acesso em 11\10\2010

10 de agosto de 2010

Denatran define frases educativas de trânsito


O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) publicou na última semana a Portaria 470 que estabelece as frases educativas de trânsito que deverão ser utilizadas em peça publicitária destinada à divulgação, nos meios de comunicação social, de produtos oriundos da indústria automobilística ou afins.

As frases deste ano têm como foco o tema da Semana Nacional de Trânsito: "cinto de segurança e cadeirinha", além de revisão de veículos, capacete, pedestre e sinalização. A partir da publicação da Portaria 470, o responsável pela publicidade de produto automotivo terá o prazo de 60 dias para utilização das mensagens em novas campanhas.

A obrigatoriedade de veiculação de mensagens educativas de trânsito em publicidade de veículos foi determinada pela Lei nº 12.006, de 29 de julho de 2009 e regulamentada pela Resolução 351/2010 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

São responsáveis pelo cumprimento das normas o fabricante, o montador, o encarroçador, o importador e o revendedor dos veículos rodoviários de qualquer espécie, bem como de componentes, peças e acessórios utilizados nesses veículos.

De acordo com a Lei 12.006, quando se tratar de publicidade veiculada em outdoor instalado à margem de rodovia, a obrigação de veiculação de mensagem educativa de trânsito estende-se à propaganda de qualquer tipo de produto e anunciante, inclusive àquela de caráter institucional ou eleitoral.

Os órgãos ou entidades competentes que compõem Sistema Nacional de Trânsito (SNT), no âmbito de sua circunscrição, fiscalizarão e aplicarão as sanções previstas no Artigo 77-E, do CTB, que prevê que a veiculação de publicidade feita em desacordo a Lei constitui infração punível com sanções como advertência por escrito, suspensão e multa.

O Denatran publicará, anualmente, entre três e seis mensagens educativas de âmbito nacional, compostas de no máximo seis palavras, a partir dos temas das campanhas de trânsito estabelecidos pelo Contran, para serem utilizadas nas campanhas publicitárias.

Confira as frases definidas pelo Denatran:

- Respeite a sinalização de trânsito

- Faça revisões em seu veículo regularmente

- Cinto de segurança salva vidas

- No trânsito somos todos pedestres

- Capacete é a proteção do motociclista

- Transporte com segurança, use a cadeirinha


Mais informações,
Assessoria de Imprensa – Denatran
imprensa.denatran@cidades.gov.br

Fonte:
http://www.denatran.gov.br/ultimas/20100809_frases.htm - Acesso em 10/08/2010

9 de agosto de 2010

Profissão de instrutor de trânsito é regulamentada


SOLANGE SPIGLIATTI - Agência Estado

A lei que regulamenta o exercício da profissão de instrutor de trânsito foi sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e publicada ontem no Diário Oficial da União. Segundo o decreto, instrutor de trânsito é o profissional responsável pela formação de condutores de veículos automotores e elétricos com registro no órgão executivo de trânsito dos Estados e do Distrito Federal.

Para poder exercer a profissão de instrutor, segundo o decreto, será obrigatório ter, no mínimo, 21 anos de idade; ter, pelo menos, dois anos de efetiva habilitação legal para a condução de veículo e, no mínimo, um ano na categoria D; não ter cometido nenhuma infração de trânsito de natureza gravíssima nos últimos 60 dias; ter concluído o ensino médio; possuir certificado de curso específico realizado pelo órgão executivo de trânsito; não ter sofrido penalidade de cassação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e ter participado de curso de direção defensiva e primeiros socorros.

De acordo com o lei, cabe ao profissional responsável pela formação de condutores de veículos instruir os alunos sobre os conhecimentos teóricos e as habilidades necessárias à obtenção, alteração, renovação da permissão para dirigir e da autorização para conduzir ciclomotores; ministrar cursos de especialização e similares definidos em resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), entre outras tarefas. Eles deverão usar crachá ou carteira de identificação profissional fornecidos pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Fonte:
http://www.estadao.com.br/noticias/geral,profissao-de-instrutor-de-transito-e-regulamentada,589735,0.htm - Acesso em 09/08/2010

4 de agosto de 2010

Pai, Educando para o Trânsito!

Homenagem aos Pais pela passagem do seu dia.

Carta ao Pai

Pai você é meu herói! Sempre cuidando de mim com muito carinho. Nunca me deixou faltar nada, principalmente amor e dedicação.

Está sempre zelando pela minha saúde e pela minha felicidade. Me incentivando a ingerir alimentos saudáveis, me ajudando nos estudos. Adoro esses seus cuidados, pai, principalmente seu zelo pela minha segurança no trânsito.

Hoje sou adolescente, mas lembro que, quando era criança, você só permitia que viajasse no automóvel na cadeirinha, nunca deixou que sentasse na frente antes dos dez anos. Exige que eu use sempre o cinto de segurança.

Nos primeiros dias de aula, me acompanhou até a escola, para que eu memorizasse o trajeto mais seguro, lembro que segurava sua mão ao atravessar as ruas.

Mais tarde, quando fui estudar em uma escola mais distante, antes de contratar o transporte escolar, buscou referências sobre a prestação do serviço, verificou também as condições do veículo e da documentação pessoal do motorista.

Quando me presenteou com uma bicicleta, foi um dia muita feliz. Ela veio acompanhada com vários equipamentos de segurança. Você sempre me orientou a pedalar nos lugares mais seguros, tomando todos os cuidados.

Agradeço, pai, por tudo isso, principalmente pelo seu exemplo, que reforça toda a educação que tem me proporcionado. Dizem que estou ficando com o teu jeito. Faz sentido, em tudo que faço me espelho em você...

Agradeço por dirigir sóbrio, com prudência, sempre respeitando o próximo.

Você é o melhor!

Colaboração: Irene Rios

28 de julho de 2010

S.O.S. Educador!

Trânsito inseguro,
Violento, um terror.
Trânsito que provoca
Sofrimento e dor.

O problema não é do trânsito
O problema é do cidadão,
Que não sabe transitar
Por falta de educação.

Aprendemos a transitar
Ainda quando criança,
O que nos falta é aprender
A transitar com segurança.

Transitar com segurança
É mais que ir e vir, que andar,
É ter noção do espaço
Que é possível ocupar,
É o espaço do outro
Saber respeitar.

É urgente, professor.
Ensinar a transitar.
Você pode fazer isso,
Você pode ajudar.

Professor, você é mestre
Na arte de educar,
Sabe as técnicas necessárias
para melhor ensinar.

Para ensinar a transitar
Não precisa especialização,
Nem interromper a aula
Para falar de legislação.

Fale de trânsito, professor,
Nas disciplinas em ação,
Mas fale principalmente
De respeito e educação.

Pois os valores construídos:
Ética e cidadania,
Certamente serão usados
Nas situações do dia-a-dia.

Colaboração: Irene Rios (autora)

27 de julho de 2010

Denatran abre inscrições para o X Prêmio de Educação no Trânsito

Estão abertas as inscrições para a 10ª edição do Prêmio Denatran de Educação no Trânsito que elege anualmente os melhores trabalhos produzidos sobre o tema Trânsito. O concurso, promovido pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), tem o objetivo de incentivar diversos setores da sociedade a refletirem sobre aspectos relativos à segurança, ao respeito e a cidadania no trânsito.

Para participar o interessado deve fazer a inscrição na página eletrônica do Denatran até 31 de agosto. Após a confirmação dos dados, o candidato deverá encaminhar o trabalho, juntamente com a ficha de identificação gerada no ato da inscrição, para o endereço do Denatran. Os trabalhos enviados deverão seguir os critérios de cada categoria especificada no edital.

Este ano as categorias são divididas em Pré-escola, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos, Educação Especial, Educador, Educação no Trânsito, Obra Técnica e Cidadania.

Além da premiação, que varia de R$ 2 mil a R$ 8 mil, a depender da categoria e do lugar de colocação, o vencedor receberá um certificado. O resultado do Prêmio será divulgado no dia 12 de novembro por meio sítio do Denatran http://www.denatran.gov.br. Os premiados também serão informados via e-mail, fax ou telefone.

Em 2009 foram premiados 29 trabalhos produzidos por representantes de Alagoas, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, São Paulo, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A Prefeitura Municipal de Guará/SP foi homenageada por ter enviado o maior número de trabalhos.

Tanto os trabalhos quanto os envelopes não poderão ter identificação do participante.

Os trabalhos devem ser identificados com o número identificador gerado no ato da inscrição.

Cada participante poderá concorrer com um trabalho e em uma categoria.

Regulamento e inscrições no site: http://www.denatran.gov.br/

Os trabalhos devem ser enviados para:
Ministério das Cidades - Departamento Nacional de Trânsito (Denatran)
SAUS Quadra 01, Lote 1/06, Edifício Telemundi II, 5º andar – sala 506. CEP: 70.070-010 – Brasília DF.

Dúvidas referentes ao concurso – premio.denatran@cidades.gov.br

20 de julho de 2010

DICAS DE CONDUTA PARA MOTORISTA


- Se sua visão estiver turva, ou se estiver sentindo cansaço ou ardência nos olhos, consulte um oftalmologista. Na direção, a boa visão é essencial!

- Se estiver com sono, PARE E DESCANSE!

- Para maior segurança, mantenha sempre distância lateral e frontal entre o seu veículo e os demais.

- Condutor, observe e respeite sempre as placas de sinalização!

- Ao dirigir, procure manter as duas mãos no volante.

- Ao dirigir, mantenha a velocidade permitida!

- O uso do cinto de segurança serve para evitar a gravidade, caso haja uma parada brusca. Deve ser usado por todos os ocupantes do veículo.

- A ultrapassagem de outro veículo em movimento deverá ser feita pela esquerda, obedecida a sinalização regulamentar.

- Antes de ultrapassar, certificar-se de que nenhum condutor que venha atrás tenha começado uma manobra para ultrapassá-lo.

- Antes de ultrapassar, certificar-se de que quem o precede na mesma faixa de trânsito não tenha indicado o propósito de ultrapassar um terceiro.

- O embarque e o desembarque no veículo devem ocorrer sempre do lado da calçada, exceto para o condutor.

- Ao abrir a porta do veículo, deixá-la aberta ou descer do veículo, certifique-se de que isso não constitui perigo para você e para outros usuários da via.

- Ao perceber que um condutor que o segue tem o propósito de ultrapassá-lo, deverá, se estiver circulando pela faixa da esquerda, deslocar-se para a faixa da direita, sem acelerar a marcha.

- Em rua de mão dupla, se o carro ao lado do seu parar na faixa de segurança, pare também. O pedestre está esperando por isso.

- Se for dirigir, mantenha-se sóbrio!

- Na chuva ou neblina, use farol baixo. A luz do farol alto poderá ofuscá-lo, refletindo-se nas partículas de água, e você enxergará ainda menos.

- Condutor, sinalize antecipadamente todas as manobras a serem efetuadas.

- Nas vias não iluminadas, use luz alta, baixe-a ao cruzar com outro veículo ou ao segui-lo.

- Circulando à noite, use farol baixo e não apenas a lanterna. Use o pisca-alerta em imobilizações, em situações de emergência ou quando a regulamentação da via assim o determinar.

- Em local não sinalizado, terá preferência de passagem o veículo que está circulando à direita da via.

- Dê a preferência aos veículos de emergência: ambulância, bombeiro, polícia.

- Aguarde a travessia do pedestre com o veículo parado.

- Só use o celular com o veículo parado!

- Procure moderar a força aplicada no pedal do freio, evitando travar as rodas.

- Antes de diminuir a velocidade do veículo, verifique se pode fazê-lo sem risco, nem inconvenientes para os outros condutores.

- Ao aproximar-se de qualquer tipo de cruzamento, reduza a Velocidade.

- Ao avistar animais na pista, reduza a velocidade. Jamais buzine, para não assustar os bichos.

- Em pistas molhadas dirija devagar. Pise levemente no freio, pois a aderência diminui.

- Se houver neblina e estiver com o carro em movimento, deixe o pisca alerta desligado, para que o motorista de trás não pense que você está parado.

- Antes de sair de uma rodovia, diminua a velocidade gradativamente.

- Nunca desça ladeiras com veículo em ponto morto, pois o sistema de freio será muito exigido e é arriscado.

- Quando o veículo estiver parado, à noite, para fins de embarque ou desembarque e carga ou descarga, as luzes de posição devem ficar acesas.

- Ao transitar com veículo de carga, observe se está devidamente equipado, evite o derramamento da carga sobre a via.

- Se o pedal do freio está abaixando com freqüência, significa possível defeito no cilindro mestre e perigo iminente.

- Nas vias providas de acostamento, a conversão à esquerda e a operação de retorno deverão ser feitas nos locais apropriados.

- Ao pisar no freio, se houver r indica lonas ou pastilhas desgastadas. Troque-as de imediato.

- Para fazer conversão à esquerda ou operação de retorno onde não há local apropriado, aguarde no acostamento, à direita.

- Procure sempre VER E SER VISTO!

- Se tiver fazendo tratamento com algum remédio, verifique na bula se ele provoca sono ou diminuição de reflexos. Não dirija se for o caso.

- Se o veículo estiver puxando a direção para um dos lados, alinhe os pneus.

- Preste sempre socorro a vítima da violência no trânsito, estando ou não envolvido.

- Em caso de acidente no trânsito, telefone para os serviços de emergência. Mantenha os números sempre consigo.

- Em um acidente no trânsito, estando ou não envolvido, sinalize o local.

- Em um de acidente de trânsito, MANTENHA A CALMA!

- Ao ver veículos e pessoas envolvidas em acidente de trânsito, aproxime-se apenas se puder ajudar, caso seja necessário.

- Organize seu itinerário, escolha a melhor rota, evitando idas e vindas desnecessárias com o seu veículo.

- Informe-se sobre as leis constantes no Código de Trânsito Brasileiro. O desconhecimento das leis não é desculpa para cometer infração.

- Para enxergar o “ponto cego” vire a cabeça até a altura do ombro.

- Evite dirigir à noite!

- Reduza a velocidade ao avistar uma criança sozinha na rua. Ela não tem a mesma percepção de perigo que um adulto tem.

Colaboração: Irene Rios

25 de junho de 2010

Ações Educativas em 2009

“SÃO JOSÉ DANDO PREFERÊNCIA À VIDA"

Seguindo o exemplo da Campanha de Brasília, Paz no Trânsito, São José lançou a Campanha “São José dando preferência à vida!”. Esta terá inúmeras atividades, orientando os motoristas e pedestres sobre o novo sinal para travessia segura na faixa de segurança e ao respeito mútuo no trânsito. Faça a sua parte, respeite as Leis de Trânsito!

BLITZ DA BALADA

Campanha Educativa de Trânsito alertando o público freqüentador de bares, casas noturnas e festas populares a evitar a combinação ALCÓOL X DIREÇÃO. De forma descontraída uma equipe da Guarda Municipal de São José e voluntários usando a camiseta de campanha, realiza periodicamente visitas em diversos estabelecimentos conscientizando sobre os riscos de beber e dirigir, distribuindo material alusivo ao tema, realizando sorteios de brindes, fazendo testes de bafômetros com voluntários e colando adesivos em forma de coração vermelho com a inscrição NÃO POSSO DIRIGIR nas pessoas que estão ingerindo bebidas alcoólicas e coração verde com a inscrição POSSO DIRIGIR nas pessoas que não estão ingerindo bebidas alcoólicas. Esta campanha já atingiu mais 30.000 pessoas desde seu início em 2007 e pretende ter continuidade nos próximos anos.

Palestras sobre Direção Defensiva para Empresas e Instituições Públicas e Privadas


Grande parte dos acidentes de trabalho ocorre durante o percurso de ida e volta, envolvendo condutores e pedestres em acidentes de trânsito que podem ser evitados observando-se alguns cuidados de segurança no trânsito. Desta forma, a Guarda Municipal oferece gratuitamente palestras sobre direção defensiva, mitos e verdades sobre infrações de trânsito, acidentologia, etc., para empresas e instituições públicas e privadas, com equipe altamente capacitada de instrutores, focando as necessidades especificas de cada empresa, colaborando com as semanas de prevenção a acidentes de trabalho, entre outros.

PROGRAMA TRANSITAR

Programa voltado para educação de trânsito no ensino fundamental atualmente, atende toda a rede pública de ensino e convida a demais instituições a participar. Unindo a educação, fiscalização e engenharia de trânsito este programa instrui alunos participantes durante 03 aulas em sala de aula, 01 aula interativa na mini pista de trânsito e conta ainda com: blitz educativa com a participação dos alunos, mapeamento do perímetro escolar com relatório anual dos locais que necessitam de implantação ou reforma da sinalização viária e intensificação da fiscalização escolar nos horários de entrada e saída das escolas. Pretende formar no final deste ano mais de 2.500 alunos participantes.

OFICINA DE PIPAS
Visando desenvolver um trabalho de conscientização em relação ao tema “Pipa x Segurança,” buscamos orientar crianças e adolescentes sobre os riscos existentes quando esta brincadeira não é utilizada de forma responsável.
Com material visual (banner, panfletos, mural com fotos e informações relacionadas ao assunto), stand para oficina de Pipas, questionários, desenhos para colorir e palestras educativas, o Setor de Educação de Trânsito de forma lúdica, conseguiu alertar sobre os riscos do uso do cerol e demais acidentes que podem ocasionar quando as Pipas não são utilizadas de forma segura. Através de oficinas de Pipas e palestras podemos estender estas orientações em diversos locais dentro e fora do município de São José, atingindo mais de 6.000 crianças, adolescentes e adultos.

MINI PISTA DE TRÂNSITO ITINERANTE

Visando auxiliar a criança a adquirir os conceitos básicos sobre trânsito e segurança no trânsito, a Guarda Municipal iniciou neste mês mais um projeto para auxiliar na educação de trânsito. Em diversos eventos, dentro e fora do município, a Guarda Municipal está com toda a estrutura para realizar instruções na Mini Pista Itinerante, com os Karts Ciclos, mini placas de trânsito, mini semáforo, cartilhas, folders, etc., uma equipe de instrutores de forma lúdica, orienta as crianças participantes sobre os conceitos básicos de segurança no trânsito.

NATAL SOLIDÁRIO NA COMUNIDADE BENJAMIN
Anualmente a Guarda Municipal de São José acolhe alguma comunidade carente e proporciona um natal diferente para as crianças deste local, realizando o Natal Solidário.
Através de doações da iniciativa privada podemos contemplar diversas famílias realizando uma grandiosa festa com brincadeiras, lanches, médicos, assistentes sociais, distribuição de presentes para crianças que escreveram cartinhas ao papai Noel, cestas básicas, frutas e verduras para todas as famílias, leite em pó e fraldas descartáveis para bebês, doação de roupas e calçados novos e em bom estado, entre outros, proporcionando desta forma um natal feliz e esperançoso para estas famílias.